Capoeira

 Capoeira em BH

Capoeira em BHO Colégio Neusa Rocha, juntamente com a Escola de Capoeira Asa Branca, oferecem aulas de capoeira na Pampulha / BH. Os capoeiristas que estão à frente desse trabalho são ex-alunos do Rouxinol Neusa Rocha, como Biriba (Sarah) e Grilo (Artur), que além de professores de capoeira na escola, prosseguem suas formações profissionais.

Conheça os professores de Capoeira

Artur / Grilo.

 Capoeira em BHMeu nome é Artur, sou conhecido na Capoeira como Grilo. Iniciei minhas atividades nesse esporte em 2003, no Colégio Neusa Rocha, aos 11 anos de idade, através do Mestre Asa Branca. Durante os 4 primeiros anos de minha caminhada, tive a oportunidade de fazer aula de Capoeira como aluno do Colégio, até terminar meu Ensino Fundamental. Após encerrar meu ciclo como estudante por aqui, passei a fazer aulas de Capoeira na minha adolescência durante um bom tempo na UFMG, no prédio da EEFFTO, local em que o Mestre Asa Branca também realizava seu trabalho.

Em 2010, foi fundada por meu Mestre a Escola de Capoeira Asa Branca, com o objetivo de trabalhar a metodologia de ensino de Mestre Bimba. Graças a sua amizade e seu vínculo com Mestre Nenel, filho de Mestre Bimba e guardião da Capoeira Regional, isso foi possível. A partir desse momento, me encontrei ainda mais motivado em me aprofundar nessa cultura e tradição da Capoeira. Neste mesmo ano viajei pela primeira vez a Salvador, o que foi muito importante para conhecer mais o universo da Capoeira e, principalmente, conhecer nossa grande referência que é o trabalho de Mestre Nenel. 

De 2011 a 2013 acompanhei o Mestre Asa Branca nas aulas de Capoeira no Colégio Neusa Rocha / Instituto Educacional Rouxinol, com intuito de conhecer mais sobre o aprendizado das crianças através de nossa metodologia de ensino. Desde 2014 dou aulas de Capoeira no Curso Livre do Colégio Neusa Rocha / Instituto Educacional Rouxinol.

Em novembro de 2014 participei da ZUMBIMBA, em Salvador, evento realizado pela “Filhos de Bimba Escola de Capoeira”, em comemoração a duas datas históricas: morte de Zumbi dos Palmares e aniversário de Mestre Bimba. Em 2016 estive presente também no IÊ, Encontro Internacional da “Filhos de Bimba Escola de Capoeira”.

Em 2018, tive a oportunidade de participar, em Salvador, do Centenário da Capoeira Regional. No meu ponto de vista, esse momento foi histórico não apenas para a Capoeira e pros capoeiristas, mas para a cultura de nosso Brasil. Mestre Bimba, o criador da Regional, a partir de 1918, já iniciava o ensino da Capoeira com sua metodologia. A “Filhos de Bimba Escola de Capoeira”, de Mestre Nenel, ofereceu vivências de puxada de rede, maculelê, samba de roda, além de aulas e rodas de Capoeira.

Agradeço sempre ao Mestre Asa Branca e à Neusa pela oportunidade! É muito bom poder ensinar num lugar de onde eu tenho boas lembranças, com tanto carinho. Agradeço também a todos da Escola de Capoeira Asa Branca, não só por estarmos juntos nessa caminhada, mas pelo incentivo e parceria.

Sarah / Biriba

Meu nome é Sarah, na Capoeira meu apelido é Biriba. Sou formada em Ciências Biológicas (bacharela e licenciada) pela UFMG. Desde 2014 dou aula no Curso Livre de Capoeira do Colégio Neusa Rocha / Instituto Educacional Rouxinol, mas essa parceria com a escola começou há muito tempo!

Em 2003, quando o Mestre Asa Branca iniciou este trabalho de Capoeira no Colégio, eu era aluna da 4ª série - atual 5º ano – no Colégio Neusa Rocha. Então, aos 10 anos, incentivada pelos meus pais e pelos professores (muito obrigada, pessoal!) comecei a frequentar as aulas do Curso Livre. A criança curiosa que queria saber fazer “estrelinha” aprendeu, aos poucos, a grandeza do mundo da Capoeira. Além dos movimentos, essa manifestação cultural brasileira envolve jogo, músicas, princípios, ritmos, tradições e uma história que é nossa!

Continuo então minha formação sob a orientação do Mestre Asa Branca dentro do Método de Ensino da Capoeira Regional. Criada por Manoel dos Reis Machado, o Mestre Bimba, a "Regional" é atualmente preservada e desenvolvida por seu filho, Manoel Nascimento Machado, o Mestre Nenel, referência do nosso trabalho.

Nesse percurso, tive a felicidade de conhecer a família do Mestre Bimba e seus discípulos, encontrando-os em diversas oportunidades. Dentre elas, ficaram marcados os encontros da Turma de Bimba em BH (2010 e 2013), quando eles vieram ao Colégio para partilhar experiências e saberes. Dessa forma, de mãos em mãos, a nossa cultura é preservada e perpetuada. É um grande prazer continuar essa trajetória no Instituto Educacional Rouxinol / Colégio Neusa Rocha.

Contato: Sarah (Biriba)  99327-4884  

História da capoeira

história da capoeira começa no período da escravização do negro africano no Brasil e resiste até hoje enquanto manifestação cultural, daí a importância de se conhecer melhor o papel da capoeira na escola. Os alunos, além de aprenderem sobre cultura em sala de aula, podem experimentá-la na prática.

Ao longo dos anos, diversas pessoas contribuíram para a manutenção da capoeira, dentre elas, Mestre Bimba, que exerceu papel fundamental. Nascido em 1899, Salvador-BA, Manoel dos Reis Machado, o Mestre Bimba, aprendeu capoeira quando criança e, na década de 20, desenvolveu seu próprio sistema de ensino, criando uma metodologia através de elementos da capoeira que praticava com o batuque, uma luta de origem africana que foi reprimida até o seu desaparecimento, no qual seu pai foi campeão baiano.

Conhecida como Luta Regional Baiana ou Capoeira Regional, foi a partir dessa metodologia que Mestre Bimba conseguiu registrar, em 1937, seu Centro de Cultura Física Regional, dando início ao processo de descriminalização da capoeira (BRASIL, 2007 p. 40). Mais tarde, em 1953, apresentou-se para o Presidente da República Getúlio Vargas, em Salvador, e para o Governador do estado, Juracy Magalhães. (DORIA, 2011, p. 70).

Mestre Bimba viveu até 5 de fevereiro de 1974, seu trabalho foi reconhecido e homenageado pela Universidade Federal da Bahia em 1996, quando recebeu o título de Doutor Honoris Causa (post-mortem). Seu filho, Manoel Nascimento Machado, o Mestre Nenel, nascido em 1960, é hoje referência mundial e guardião da Capoeira Regional, dando continuidade ao seu legado cultural através da prática e do ensino dos princípios, tradição e metodologia.

Mestre Nenel é a inspiração e a referência para a existência da Escola de Capoeira Asa Branca. A Capoeira Regional é aprendida nas aulas, na roda e no cotidiano. Como parte desse universo cultural, também são vivenciados o maculelê, a puxada de rede e o samba de roda.

HORÁRIOS

Local: Pátio da casa nova

2.ª e 4.ª FEIRA
18: às 19:00

3.ª e 5.ª FEIRA
12:00 às 13:00

Professores: ARTUR - 99689-5786 / SARAH - 99327-4884

*Maiores informações referentes aos cursos são obtidas diretamente com os Professores

Rouxinol / Neusa Rocha está presente na PampulhaPatrimônio Cultural da HumanidadeConheça a Pampulha!!!

(31)3441-0212

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Alameda das Falcatas, 1132 | Alameda do Ipê Branco, 1197/1217 | São Luiz - Pampulha
®️ Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por TR4info